sexta-feira, setembro 14, 2007

Observações de um turista distraído - 10

O nosso pequeno périplo pela bota italiana incluiu muitos lugares fabulosos, que certamente aconselho a qualquer pessoa conhecer, caso tenha oportunidade.

Mas, lugar algum foi tão incrível e unique como Veneza. Quando a gente visita uma cidade, qualquer que seja, são cidades que a gente vê: ruas, prédios, praças, trânsito, gente.

Em Veneza, é diferente. Quando se visita Veneza, entramos em outro mundo, muito, muito bonito e interessante. São canais, vielas, prédios e igrejas formando um caleidoscópio de formas e cores impressionante.

O impacto foi tal que não me contive e fotografei feito louco: foram mais de 500 fotos em dois dias!!! A foto abaixo mostra duas coisas típicas da cidade: gôndolas - caríssimas - e a ponte - belíssima.

Dei razão à minha tia Rute. Quando tive oportunidade de visitar Machu Pichu, ela comentou que dos lugares que ela conhecia, dois ela gostaria de ver novamente: Veneza era a segunda.
Para quem gosta de arquitetura, a cidade é uma festa: todos os prédios tem algo de especial e a influência turca dá um clima todo próprio e percebe-se nitidamente que seu auge econômico foi digno de Salomão.
É muito triste e preocupante perceber que toda esta beleza pode ser destruída em breve pela elevação do nível do Mediterrâneo, consequência da estupidez humana. É uma pena. Quem puder, visite, antes que acabe!!!

2 comentários:

Lou Mello disse...

Não há o que acrescentar à sua descrição. A cidade é impar, mesmo. Um detalhe: conheci um mercador ali, era um cara legal.

Anderson Moraes disse...

Quando eu for gente grande eu vou brincar disso também!