quarta-feira, julho 19, 2006

O que fazer ?!

Confesso meu desânimo e pessimismo com o mundo à minha volta. Confesso não ver luz no fim do túnel (se visse, pensaria ser de um trem vindo em sentido contrário). Minha esposa me acusa de contradição, por ter-me declarado otimista a vida inteira, mas minhas atitudes ultimamente negam a afirmação. Confesso que meus heróis atuais são o Sipowisky do antigo "New York Contra o Crime"; Hardy, do mais antigo "O Leão e a Hiena"; os Drs Becker e House, dos seriados de mesmo nome. Nenhum pode ser considerado um exemplo de otimismo e entusiasmo.
Recebi há pouco uma frase, que já conhecia, dessas que circulam pela rede, atribuída a Martin Luther King que me provocou escrever estas linhas. Diz a frase: "O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." Lembrei-me de outra, de um teólogo alemão a respeito do avanço do nazismo no início do séc XX: "Vieram atrás dos judeus, mas como eu não era judeu, não objetei; vieram atrás dos comunistas, mas como não era comunista, não objetei; vieram atrás dos católicos, mas como não era católico, não objetei; vieram atrás de mim... e não havia ninguém para objetar..."
Uma das leis da física é que não há vazio no planeta: todo espaço está tomado, nem que seja por ar. Assim também na sociedade. Se os bons não assumirem a liderança social-econômica-política-cultural e espiritual da comunidade, este espaço será tomado, como o foi, pelos maus. E não teremos a quem culpar, só a nós mesmos. E não adiantar lamentar que ninguém faz nada pra melhorar, ou que é inútil, "ó céus, ó dia, ó azar; não vai dar certo", não adianta, prá quê?, etc, etc. A culpa não é do PCC, do Alkimin, do Lula, do Bush, das multis, do fulano da esquina. Não.
A CULPA É MINHA !!!!! E de todos aqueles que - como São Tiago disse no Novo Testamento - "sabem que devem fazer o bem e não fazem" (Tg 4.17).
Paro por aqui, volto para a minha luta particular, tentando - à minha maneira - senão melhorar, pelo menos não piorar este mundo, entregue aos cuidados e responsabilidade da humanidade.

3 comentários:

Lou disse...

Amém, irmão.
Grande abraço.
Lou, seu colega igualmente culpado.

Paulo Brabo disse...

Pára o mundo que eu quero descer. Que negócio é esse de contrato social que eu não assinei coisa nenhuma? Hakuna matata, hang loose, qualquer coisa que me faça livrar dessa marvada culpa da omissão. Já sei! Vou postar uma historinha edificantezinha no meu blog. Vou me sentir melhor.

Anônimo disse...

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»