sexta-feira, outubro 20, 2006

Wear Sunscreen

Já é um clipe velho, e fez muito sucesso. Mas nunca tinha visto o texto, sem imagens, sem música (ambos ótimos, por sinal). Aí vai. Como bem classifica PBrabo, "goiabas roubadas". Divirtam-se.

"Se eu pudesse lhe dar um conselho em relação ao futuro, seria: “use filtro solar”. Os benefícios do uso a longo prazo do filtro solar foram cientificamente provados. Quanto aos demais conselhos que dou, baseiam-se unicamente em minha própria experiência.
Vou lhe dar esses conselhos:
Desfrute do poder e da beleza da sua juventude. Não... Esqueça. Você só vai compreender o poder e a beleza da juventude quando já tiverem passado. Mas acredite em mim. Dentro de vinte anos você olhará fotos de você de um jeito que você não pode compreender agora e perceberá quantas possibilidades se abririam para você e o quão fabuloso você realmente era... Você não é tão gordo(a) quanto imagina!
Não se preocupe com o futuro. Ou preocupe-se, mas saiba que se preocupar é tão eficaz quanto tentar resolver uma equação de álgebra mascando chiclete. É quase certo que os problemas que realmente importam em sua vida são aqueles que nunca passaram pela sua cabeça, tipo aqueles que tomam conta de você às 4 horas da tarde de uma terça-feira ociosa.
Faça todos os dias alguma coisa que te assuste.
(Cante...)
Não trate os sentimentos alheios de forma irresponsável. E não tolere aqueles que agem de forma irresponsável em relação aos seus sentimentos.
(Relaxe...)
Não perca tempo com a inveja. Às vezes se ganha, às vezes se perde. A corrida é longa, e, no final, você só pode contar consigo.
Lembre-se dos elogios que você recebe. Esqueça dos insultos. (Se você conseguir fazer isso, me diga como...).
Guarde suas cartas de amor. Jogue fora seus velhos extratos bancários.
(Estique-se...)
Não se sinta culpado por não saber o que quer fazer da sua vida. As pessoas mais interessantes que eu conheço não tinham, aos 22 anos, nenhuma idéia do que fariam na vida. Algumas das pessoas de 40 anos mais interessantes que eu conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio. Seja gentil com seus joelhos. Você sentirá falta deles quando não funcionarem mais.
Talvez você se case, talvez não. Talvez tenha filhos, talvez não. Talvez você se divorcie aos 40. Talvez você dance uma valsinha quando fizer 75 anos de casamento. Seja o que você fizer, não se orgulhe, nem se critique demais. Todas as suas escolhas tem 50% de chance de dar certo. Assim como as de todos os demais.
Curta seu corpo da maneira que puder. Use-o de todas as formas que puder. Não tenha medo dele ou do que as outras pessoas pensam dele. Ele é o maior instrumento que você possuirá.
Dance. Mesmo que o único lugar que você tenha para dançar seja sua sala de estar.
Leia todas as indicações, mesmo que você não as siga. Não leia revistas de beleza. Elas só vão fazer você se sentir feio.
Tente entender seus pais. Você não sabe a falta que você vai sentir quando eles forem embora pra valer.
Seja gentil com seus irmãos. Eles são seu melhor vínculo com o passado e aqueles que, no futuro, provavelmente não deixarão você na mão.
Entenda que os amigos vão e vem, mas que há um punhado deles, preciosos, que você tem que guardar com muito carinho.
Trabalhe duro para transpor os obstáculos geográficos e os obstáculos da vida, porque quanto mais você envelhece, mais precisa das pessoas que te conheceram quando você era jovem.
More em São Paulo algum tempo. Mas mude-se antes que ela te transforme em uma pessoa dura. More em Salvador por um tempo. Mas mude-se antes de tornar-se uma pessoa muito mole.
(Viaje...)
Aceite algumas verdades eternas: Os preços vão subir, os políticos são veniais e você também vai envelhecer. E quando envelhecer, vai fantasiar que quando você era jovem: os preços eram razoáveis, os políticos, nobres e as crianças respeitavam os mais velhos. Respeite os mais velhos.
Não espere apoio de ninguém. Talvez você tenha um fundo de garantia. Talvez você tenha um cônjuge rico. Mas você nunca sabe quando um ou outro pode desaparecer.
Não mexa muito com seu cabelo. Senão, aos quarenta anos, vai ter a aparência de oitenta e cinco.
Tenha cuidado com as pessoas que lhe dão conselhos. Mas seja paciente com elas. Um conselho é uma forma de nostalgia. Dar conselho é um jeito de resgatar o passado da lata do lixo, limpá-lo, esconder as partes feias e reciclá-lo por um preço maior do que realmente vale.
Mas... acredite em mim, quando eu falo do filtro solar."

Um comentário:

Luiz H. Mello disse...

Ótimos conselhos. Quanto a mim, acho que está na hora de morar um pouco em Salvador.