sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Ctrl C + Ctrl V

É minha convicção de que somos todos – individualmente, já que coletivamente nada acontece – culpados dessa violência secreta que desconstrói eficientemente a humanidade de crianças, mulheres e homens.”

Paulo Brabo, em “Em câmara lenta”, no Bacia das Almas de 16/02/2007.

Assino, envergonhado e constrangido, embaixo.

Um comentário:

Lou Mello disse...

Como ensinou-me o Shedd: pecamos solidariamente.