terça-feira, maio 23, 2006

O império do Novo

Acabo de ver na TV a propaganda da Ford sob o tema "O Novo". mesmo não prestando atenção na primeira vez, senti-me incomodado pelas frases e vi com atenção logo depois, quando repetiram. As frases de louvor ao "Novo" são do tipo: "o novo sempre vence...", "o novo é belo...", "o novo nos torna mais belos...", "o novo é lindo...", que culminam com a forçosa conclusão de que (se tudo acima for verdade) "uma atitude inovadora muda o mundo". Incrível como impigem (!) um conceito (novo) que o novo nunca teve, com uma voz melosa e imagens agradáveis, porém totalmente enganoso. O novo não é garantia de nada!!!! Pode ser uma novidade horrorosa!!! Como a eleição do presidente... ahhnnn... Bush! O pior é que uma propaganda legal não precisa ser necessariamente mentirosa (se bem que, pra vender, ajuda). Pena que as empresas que tem o poder econômico pra fazer comerciais éticos, não estão nem aí!!! Taí, alguma "ong" podia implantar um ranking dos comerciais mais éticos e dos menos no mercado brasileiro. Seria interessante...

2 comentários:

Paulo Brabo disse...

Que é isso, cara, propaganda e ética são imiscíveis, para não dizer imisturáveis. Estou nessa há 15 anos e nunca deixo de me maravilhar do tamanho e da eficácia da farsa. Bem-aventurados os velhos, porque não são mais novos!

Rubinho Osório disse...

Paulo, agora vc deixou o velho aqui feliz...